A Internet acabou com a nossa raça

Quando inventaram a imprensa, inventou-se o Estado. Nasceu o rádio e o mundo ficou pequeno. Viajamos para o espaço e a terra era azul. Criamos a televisão e a humanidade ficou parecida.

Surgiu a Internet e nos perdemos.

O que é mais útil? O baço, o pâncreas, a vesícula biliar ou o Google, a Wikipedia, o MSN? Quantos minutos da sua vida, quantos dedos do pé, quantos cabelos você dispensa por um acesso à Internet?

Por que o saco de alguns macacos adultos é azul? Por que os Gnus são os melhores amigos das zebras? Por que a gema dos ovos da Tanzânia é branca? E por que, por que diabos a gente precisa saber disso tudo?

Por que é que quando não chega email na caixa postal me sinto abandonado? Por que é que só me sinto vivo com muitos  gigas à mão? Só me sinto Eu com meus perfis? Não saio de casa sem a parafernália digital ao primeiro clique?

Sempre achamos que quanto mais se soubesse das coisas e quanta maior a nossa memória, mais evoluídos seríamos, bem sucedidos, grandes, fortes e raçudos.

E com a Internet, acabam-se as dúvidas e o saber individual perde  sentido. Está todo mundo igual demais.

Como isso é chato.

10 thoughts on “A Internet acabou com a nossa raça

  1. Olá, Fernando.

    Muito legal o post. Impressionante a dependência e a crise de identidade que a Internet criou. A Internet e todos esses gadgets que nos cercam e encurralam.
    Criei um blog justamente para ter um olhar critico sobre essa revolução: http://www.geracaobeta.wordpress.com.
    Dá uma passadinha lá, talvez vc se interesse. Tá só começando, preciso me acostumar a postar com freqüencia. Mas sabe como é, não quero ficar dependente dessas coisas…rs

    ab
    Márcio

  2. Ah, o prazer em receber uma carta. Quanto tempo faz que você recebeu uma correspondência sem que seja uma conta? Escrita á mão, caneta Bic, lembra?
    Parafraseando Ross Perot, “Estamos embriagados demais com o processo e nos esquecemos do objetivo”.
    Ultimamente percebi que, se não selecionar, priorizar e respeitar – e dosar – tudo o que acesso diariamente, não faço nada. Serei isso, uma enciclopédia guardada em um porão.
    E tem gente que só tem mesmo o processo. Objetivo? Nenhum.

  3. por isso as religiões ainda existem e são muito mais fortes que a microsoft. a era da tecnologia é a era do processo. e que merda. mas no dia-dia vcs são todos bundões de ipod, iphone, imeudeus.

  4. Alphen: o problema e a solução está em Vc.

    Mude a sua dieta de informação.
    Fale com menos pessoas.

    Delete os q não pensam.
    Delete seu Facebook.

    Tire a TV da sua casa, leia mais livros.
    No Kindle, que seja.

    É muito simples.

    Em 1 palavra: qualidade.

    Ab,H®

  5. Você deve ta se sentindo assim porque vive em um “perímetro digital”.
    Saia do seu quadrado.
    Conhecimento de mais nunca é de menos.

Leave a Reply to Márcio Cancel reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Connect with Facebook