Os novos normais

Nunca vi relatório de tendência dando conta do aumento da violência, da intolerância, do racismo, do egoísmo. Relatório que se preza tem sempre um componente de positivismo, bom mocismo e compaixão. Tendência é misto de observação com desejo. Todo guru é profeta de autoajuda.

Assim, hipocrisias à parte, compilamos aqui as novas tendências para 2012:

1) Anti-cafonismo. Chega de policiar o próximo. Quem quiser usar sapatênis ou andar de mini-cooper, tudo certo. Se você preferir passar as férias num hotel fazenda ou no Vietnã, tudo certo. Calça de prega ou saruel, anglicismos ou móoquismos, Facebook ou Orkut, cafona é chamar o outro de cafona. É definitivamente tendência defecar para a opinião alheia.

2) Anti-luxo. Chega de confundir shopping center com antidepressivo. O controle tarja preta do Rivotril é prejudicial à sanidade mental da humanidade. Parcelamentos sem juros, editoriais de certo e errado, modelos esquálidas e clínicas de rejuvenescimento, curadores e formadores de opinião, já eram. Uma bolsa Goyard a tiracolo é tão fora de moda quanto a pochette do Didi mocó.

3) Anti-virtual. Chega de mandar mensagem de aniversário no Facebook. Mande flores. Ou melhor, leve as flores. Ou melhor, apareça com um bolo, organize uma festa surpresa, com bexiga e apito. É a mais definitiva de todas as tendências ler livro e ultrapassado posar com ipad.

FacebookTwitterPinterestGoogle+TumblrLinkedInGoogle BookmarksStumbleUponShare

2 thoughts on “Os novos normais

  1. vc não me mandou flores no meu aniversário, nem muito menos as entregou. nem um cartão da torre Eiffel ou do Masp. fez aniversário e não convidou. Tem uma mala caríssima e uma bici que não usa. mesmo assim ainda amo vc e suas ideias bem escritas e mal lastreadas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Connect with Facebook

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>